Foto: Camilha Cunha / Índice Foto

O sonho de Maddog

janeiro 11, 2011

Texto originalmente publicado no blog oficial da Campus Party Brasil, em 11 de janeiro de 2011.

Ontem comentamos aqui como a força da mobilização tem um potencial gigante de modificação social. Hoje, podemos ver na prática que algumas coisas estão muito mais perto de se tornarem realidade. O já conhecido por (quase) todos os campuseiros e diretor da Linux International, John “Maddog” Hall, contou hoje pela tarde como pretende levar o acesso a internet ao maior número possível de pessoas na América Latina através do Projeto Cauã. E São Paulo é o local escolhido para isso.

Podia ser um pouco confuso compreender todas as idéias que saiam da cabeça deste senhor simpático, mas eram tão interessantes e malucas que ninguém conseguia tirar os olhos da apresentação. Em resumo, ele identificou que uma das maneiras de disponibilizar internet para todas as pessoas é se existirem estruturas e equipamentos mais baratos, que durem mais tempo e que as pessoas saibam utilizar. Complicado? Para ele, nem tanto.

Segundo Maddog, precisamos fazer com que as pessoas tenham computadores mais fáceis de usar. “Meus avós adoram enviar e-mails para os netos, mas não sabem e nem querem aprender a instalar e configurar programas”, brincou ele.

No seu plano, os geeks que já estão acostumados com a tecnologia deveriam ser qualificados e prestar assessoria para as pessoas que não querem aprender sobre o assunto, sendo pagos por isso e tornando-se empreendedores. Enquanto isso, ele buscaria formas de desenvolver servidores que usem menos energias e que tenham custo baixo de produção, além de usar Softwares Livres e Redes Mash’s para distribuir Wifi grátis.

Óbvio que a ideia do John é muito mais complexa do que o que foi proposto ontem por Al Gore e Tim Berners-Lee, já que envolve, além de vontades e articulações políticas, muita tecnologia que ainda precisa de tempo para ser desenvolvida. Mas não podemos negar que é impressionante ver pessoas dedicando suas vidas para desenvolver ferramentas que possam melhorar a vida de milhares de pessoas.

O Cauã conta com vários brasileiros bastante influentes em tecnologia aqui no Brasil na Comissão principal que pensa e desenvolve as ações do projeto. Se você quiser mais informações, acesse o site oficial e saiba como fazer parte.

Foto: Camila Cunha / Índice Foto

Tags:, , ,